iPhone 6

iPhone 6: alguém aí viu o “i” de innovation?

Apple

A Apple Inc. é uma empresa admirada por milhares de pessoas ao redor do globo, que utilizam e reverenciam seus produtos.

Eu sou um dos que admiram a Apple, desde que tomei conhecimento e passei a utilizar seu primeiro microcomputador pessoal, o Apple II, muito antes do iPod, do iPhone ou de qualquer outro produto lançado com a letra “i”.

Agora, o iPhone 6 é um retrato de que a Apple deixou de ser uma empresa marcada pelo “i” de innovation (inovação). Não há mais novos conceitos, temos apenas o mais do mesmo melhorado.

Aumentar o tamanho da tela e a resolução da câmera é apenas uma medida naturalmente tomada para não ficar atrás das concorrentes, como a Samsung, que vai de vento em popa, mas onde está a inovação?

 

iPhone 6

 

O lançamento do iPhone 5c é uma demonstração do caminho tortuoso que a Apple pós Steve Jobs vem adotando. Fazer celulares coloridos e mais baratos para seguir uma moda passageira, adotada pela Nokia, Motorola e outras fabricantes de celulares, não soa nada bem.

 

iPhone 5c

 

Basta lembrar que já houve uma grande sacada da Apple na era Jobs, aliás no retorno dele à empresa, numa época em que todos os computadores eram iguais, com cores frias, dominados pelos gabinetes sem graça da linha PC IBM e seus compatíveis: o lançamento do iMac G3, um computador visualmente diferente, com cores vibrantes, trazendo um novo conceito de que o computador podia ser bonito, além de útil.

 

iMac G3

 

É “hora” da Apple Inc. acordar, demorou muito para lançar o seu relógio, que deverá vender milhões de unidades em 2015, mas que de novo conceito nada tem …

 

Governo Federal disponibiliza aplicativos gratuitos para dispositivos móveis

O Governo Federal está com uma base de aplicativos gratuitos para dispositivos móveis muito interessante, segmentada por categoria, órgão e plataforma, que pode ser acessada pelo portal: www.aplicativos.gov.br

 

Tela do CheckPlaca

Tela do CheckPlaca

O órgão do Ministério da Justiça, por exemplo, disponibiliza o aplicativo Sinesp Cidadão para iOs (iPhone e iPad) e Android (Samsung Galaxy e outros), por meio do qual é possível, através do módulo “CheckPlaca”, consultar a situação de um veículo automotor na base nacional de dados do DENATRAN.

Ao fornecer a placa do veículo, o aplicativo informa se o automóvel possui algum problema, como registros de roubo. Se a situação do automóvel for regular, aparece a mensagem: “SITUAÇÃO LEGAL”. 

Além disso, o aplicativo exibe informações sobre a marca e modelo do carro, motorização, tipo de tração e câmbio, ano de fabricação e do modelo, cor, cidade que foi licenciado e os  5 (cinco) últimos números do chassi. Todas essas informações são importantes para que se possa identificar eventual clonagem da placa consultada.

Saudações,

Rodrigo – evoltecno

QR Codes na cidade do Rio de Janeiro

Achei espetacular a iniciativa de colocar QR Codes nos calçadões da cidade do Rio de Janeiro.

QR Code na calçada da cidade do Rio de Janeiro

QR Code na calçada da cidade do Rio de Janeiro

Para ler o que está codificado, basta possuir um aplicativo instalado em seu smartphone c/ câmera digital, como o “Scan” para iPhone. Não tem segredo, o programa já abre o modo câmera e ao enquadrar o código, a mensagem que está codificada é exibida. Faça um teste: digite “QR Code” na busca por imagens noGoogle.com.br.

Viajei no pensamento de quantos códigos as antigas civilizações deixaram como legado nas paredes das pirâmides e outras estruturas históricas, assim como nos livros e objetos encontrados em escavações arqueológicas, os quais o homem ainda não conseguiu decifrar totalmente.

 

Hieróglifos

Quando leio a respeito da tecnologia que algumas antigas civilizações dominavam, imagino que muitas delas podem ter sido mais avançadas que a nossa. Na realidade, é quase uma certeza.

Wernher von Braun, cientista alemão que trabalhou no desenvolvimento de foguetes para a Alemanha nazista e posteriormente para os Estados Unidos, tendo sido o pai do foguete que levou os norte-americanos à lua, bem como o mentor do programa espacial americano na NASA, não teve pudor algum em afirmar que a tecnologia em que ele e sua equipe trabalhava vinha de fonte extraterrestre.

Wernher von Braun

Wernher von Braun

 

Nada obsta que civilizações antigas também tenham tido acesso a essa tecnologia, como, também, essas próprias civilizações tenham origem extraterrestre. Não há evolução se fecharmos nossa mente para o desconhecido.

A chave do conhecimento sobre a humanidade está em um código: DNA, o qual almejamos decifrar totalmente um dia.

Voltando aos QR Codes, se após um cataclismo, uma nova civilização se formasse, como agiriam seus membros ao se depararem com alguns trechos intactos da calçada do Rio de Janeiro em que esses códigos estivessem presentes? Saberiam eles que esses desenhos contém informações sobre o local? E mais: dominariam a tecnologia para decifrá-los?

Saiba mais sobre os QR Codes na cidade do Rio de Janeiro

Palestra: OAB E A DEPENDÊNCIA TECNOLÓGICA

No próximo dia 26 de abril, às 19 horas, será realizada a Palestra OAB E A DEPENDÊNCIA TECNOLÓGICA, cuja organização é da Comissão de Ciência e Tecnologia da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo.
Clique aqui para acessar a programação e mais informações. Saiba mais sobre a dependência tecnológica neste post do Blog.
avast! para Android

Antivírus para smartphone

avast! para Android
Os smartphones têm sido alvo de vírus e outras ameaças, em virtude de sua crescente popularização.

Quem usa o sistema Android (Google), pode baixar gratuitamente o avast! Free Mobile Security. O Android é o sistema mais utilizado entre os celulares, com destaque para a linha Galaxy da Samsung. A Google não obriga o usuário a baixar o programa diretamente da sua loja de aplicativos (Google Market).

No caso do sistema operacional do iPhone (iOS), temos um outro cenário. A Apple exerce um controle rígido sobre os aplicativos que são disponibilizados na Apple Store, único local em que o usuário pode baixar o arquivo. Dessa forma, consegue barrar de forma mais efetiva aplicativos mal intencionados.

Obviamente que os aplicativos não são o único canal de acesso de malwares, mas têm sido o principal no caso dos smartphones.

McAfee, Symantec e Sophos são empresas que já desenvolveram antivírus para o iOS do iPhone, mas aqui no Brasil pouco se sabe sobre a efetiva segurança provida por esses antivírus.

Uma opção para proteger a navegação na internet em iPhones é instalar o Smart Surfing, que não faz nenhuma mágica, apenas bloqueia o acesso do usuário a sites que estejam em uma black list.


1984, de George Orwell

1984, de George Orwell

O livro 1984 é intrigante e nos leva a refletir sobre a vigilância e a falta de privacidade que sofremos na atualidade.

Abrimos mão de nossa privacidade ao criarmos um perfil no Facebook ou em outra rede social, por exemplo, e assim fazemos para não ficarmos excluídos da sociedade digital.

Mas nem sempre temos o livre arbítrio de assim proceder: ao andar na rua somos observados por câmeras de segurança; para entrarmos num edifício somos obrigados a nos deixar fotografar; quando entramos numa agência bancária somos vigiados da entrada à saída.

Estou falando da ponta do icebergue e isso é assustador. Não há mais como deixar de ser percebido, muito menos manter o anonimato, a não ser que você deixe de existir ou viva como um silvícola. Mas até mesmo o silvícola poderá ser observado por satélite, se desta forma o Big Brother desejar, doce ilusão …

Algumas pessoas não têm ideia que cada endereço acessado na rede mundial de computadores fica registrado no provedor de internet por tempo indeterminado, isso inclui, dependendo da programação que for utilizada pelo sítio da internet, o que foi digitado nos campos de formulário … apaga-se o histórico de navegação no browser (navegador), mas não se apaga os logs de acesso no provedor de internet …. o mesmo se diga dos provedores de serviço, como o Google.

Google, este não deixa ninguém no anonimato. O Google indexa tudo. Se o sujeito presta 20 concursos públicos, todo mundo fica sabendo, pois a lista de inscritos e aprovados é pública e o GOOGLE INDEXA.

Temos uma ferramenta tecnológica maravilhosa chamada certificado digital. Bem direcionada é de grande utilidade nas transações comerciais feitas pela internet e também no judiciário. Por outro lado, corremos o risco de futuramente sermos obrigados a utilizá-la cada vez que acessarmos um sítio na internet ou propriamente para nos conectar à internet, o que equivale a dizer, numa analogia com o mundo físico, da obrigatoriedade de avisar ao Big Brother que estamos saindo de casa ou da obrigatoriedade em apresentar nossa identidade em todos os lugares por onde passarmos.

O GPS, outra maravilha dos nossos tempos, agora integrado aos celulares, fornece nossa posição global por satélite e já tem gente não se importando em manter esse recurso ativo, quando não, sem ao menos saber que está.

Neste exato momento em que escrevo este post tenho consciencia que estou abrindo mão da minha privacidade e não é porque estou sendo vigiado pelo vizinho por meio da fresta na janela, eu tenho consciência do porquê e aceito.

Nota Fiscal Paulista, uma grande sacada para aumentar a arrecadação de tributos e uma contrapartida ao consumidor que pode ter parte deles de volta, eu utilizo, mas me assusta saber que simplesmente contribuo para o registro de todas as compras que fiz e estabelecimentos comerciais que estive no meio físico ou eletrônico durante período indeterminado, talvez para sempre.

Receita Federal, não é nem preciso falar do poder da Receita e sua onipresença em todas as transações comerciais que fazemos.

Devemos temer o Grande Irmão (GI)? Você sabe quem e o GI?

O Big Brother está de olho em você e não é o programa de televisão da Rede Globo.

Saudações, Rodrigo Marcos A. Rodrigues

Processador de texto para iPhone

 

O Pages é um excelente processador de texto para iPhone.

O interessante desse aplicativo é a forma que interage com o hardware. Sua interface cai como uma luva para o iPhone, sendo extremamente amigável, elegante e funcional. Os arquivos gerados podem ser enviados por e-mail, armazenado nas nuvens, gravados em formato do Word e até mesmo PDF.

Para adquirí-lo basta acessar o App Store e buscar por “Pages”. O Registro custa US$ 9.99.

Indico porque gostei, mas existem outras opções como o pacote Quickoffice.

Saudações, Evoltecno

Previsão de Bill Gates se torna realidade no Brasil

Recentemente, li uma notícia publicada pela INFO Online de que A VISA (operadora de cartão de crédito) certificou smartphones para pagamento móvel.

 A tecnologia permite que você pague por uma compra ou serviço em determinado estabelecimento comercial, utilizando o celular (smartphone) ao invés do cartão de crédito de plástico. Basta aproximar o smartphone do terminal de pagamento da loja.

Isso me fez lembrar uma previsão que Bill Gates fez no livro “A Estrada do Futuro”, publicado no ano de 1995. Gates previu algo que chamou de “micro de bolso”. Na realidade, o “micro de bolso” que ele imaginou veio a se tornar o smartphone que conhecemos hoje em dia, irônicamente um iPhone da Apple!

Trecho transcrito da viagem de Gates ao descrever o “micro de bolso”  há quase vinte anos atrás: “Ele vai exibir mensagens e horários e também permitir que você leia ou envie correspondência eletrônica e fax, informe-se sobre a meteorologia e as ações da Bolsa, e jogue jogos mais simples aos mais sofisticados. Numa reunião, você poderá tomar notas, verificar compromissos, xeretar informações, caso esteja entendiado, ou escolher uma entre as milhares de fotos dos seus filhos. – Em vez de guardar dinheiro de papel, o novo micro de bolso vai guardar dinheiro digital, impossível de ser falsificado. Hoje, quando você dá para alguém uma nota de dinheiro, um cheque, um vale-presente ou qualquer outro instrumento negociável, a transferência de papel representa uma transferência de fundos. Mas o dinheiro não precisa ser expresso em papel. Operações de cartão de crédito e ordens de pagamento são operações de informação financeira digital. Amanhã, o micro de bolso vai permitir que qualquer um possa facilmente gastar e receber fundos digitais. O seu micro de bolso poderá ser conectado ao computador da loja, permitindo a transferência do dinheiro sem nenhuma troca física no caixa [...] À medida que o papel-moeda e os cartões de crédito forem desaparecendo, os criminosos vão ficar de olho no seu micro de bolso, de modo que deverá haver mecanismo de segurança para impedir que um micro de bolso possa ser usado da mesma forma que um cartão de crédito roubado”.

Incrível, não?

O Iphone ainda não está entre os aparelhos certificados para uso da nova tecnologia: Samsung Galaxy SII, LG Optimus NET NFC, BlackBerry Bold 9900, BlackBerry Bold 9790, BlackBerry Curve 9360 e BlackBerry Curve 9380.

Saudações,

Rodrigo Marcos Antonio Rodrigues